As coordenadas geográficas

Escrito por Tânia

A Terra gira de oeste a leste (sentido anti-horário) a uma velocidade constante: ela faz uma volta de si mesma em 24 horas.Ela gira ao redor de um eixo invisível que passa pelo seu centro. Os dois polos (norte e sul) são os pontos onde esse eixo (eixo dos polos) atravessa o globo terrestre.

O globo terrestre evolui em um cosmos, a priori, infinito: a abóbada celestial ou esfera terrestre, onde podemos observar as estrelas e o movimento dos planetas.Esta abóbada celestial é ocupada por constelações nas quais encontramos os signos simbólicos do nosso zodíaco.


Os hemisférios


Se imaginarmos uma divisão do globo terrestre a uma distância igual desses dois polos, obtemos dois hemisférios.Em geografia, um hemisfério é uma metade do globo terrestre, dividido em um hemisfério norte, centrado no polo Norte, e um hemisfério sul, centrado no polo Sul. A separação entre os dois polos está localizada no equador, perpendicular ao eixo da terra.

A maior parte das terras está no hemisfério norte: Europa, América do Norte, América Central e o norte da América Latina, uma grande parte do norte da África e a maior parte da Ásia.

No hemisfério sul, fica a maior parte da América Latina, os países africanos localizados sob o Chifre da África, a Indonésia, a Austrália, a Nova Zelândia e o continente austral...

A latitude


A latitude é uma medida terrestre que vai do equador (0°) aos polos (90° norte ou 90° sul), a latitude é sempre perpendicular ao eixo da terra.

As latitudes que vão do equador ao polo Norte formam o hemisfério norte, e as latitudes que vão do equador ao polo Sul formam o hemisfério sul.

Os pontos que estão sob a mesma latitude formam um círculo chamado paralelo. Quanto mais longe do equador, mais estreito é o paralelo e, nos polos (norte e sul), essa linha é reduzida a um ponto.

A longitude


A longitude é uma medida terrestre que indica a posição Leste ou Oeste de um ponto do globo em relação ao meridiano de Greenwich.

Este meridiano é uma linha imaginária que vai de um polo a outro e, ao contrário da latitude (posição Norte ou Sul), que se beneficia do equador e dos polos como referências, não existe referência natural para a longitude. O meridiano de referência foi, portanto, determinado por convenção: o meridiano de Greenwich (que também serve de referência para os fusos horários) está o 0° das longitudes. Elas então se espalham para o Leste de 0 a -180° e para o Oeste de 0 a +180°.

A posição dos planetas na abóbada celeste, portanto, depende da localização (latitude e longitude) e da data completa, incluindo a hora, para determinar com precisão a longitude.

As constelações


Uma constelação é um grupo de estrelas no céu. Conectando as estrelas que a compõem, obtemos um "desenho" que lhe dá o nome.

A União Astronômica Internacional (IAU) divide o céu em 88 constelações oficiais, com fronteiras precisas, de modo que cada ponto do céu pertence a uma constelação.

Na astrologia, utilizamos 12 destas constelações que levam o nome dos doze signos do zodíaco.

No entanto, este zodíaco é diferente do zodíaco astronômico observado hoje: com o fenômeno da precessão dos equinócios, nosso céu atual é diferente do céu que serviu de base para a astrologia tradicional. A precessão dos equinócios é uma lenta mudança de direção do eixo de rotação da Terra que, com o passar do tempo, "desloca" as constelações.





0 comentário - As coordenadas geográficas



Pergunta de segurança :


* Informação obrigatória. Seu e-mail não será exibido e só será utilizado em caso de abuso.





Este site usa cookies para melhorar sua experiência.