Os grandes astrólogos

Escrito por Tânia

As origens da astrologia remontam no tempo. No entanto, durante a sua evolução, encontramos personalidades-chave que contribuíram muito para esta ciência durante séculos. Podemos apostar que este é um ciclo que ganha momentum e que pode conduzir a mais descobertas científicas, para estabelecer certas realidades com maior convicção. Aqui estão algumas personalidades que ajudaram a astrologia a evoluir até ao presente.

Os fundadores da astrologia


A astrologia dos Caldeus passou por grandes mudanças na Grécia Antiga quando quebrou com a religião e desenvolveu os seus próprios simbolismos. A sua liberdade de pensamento comparada com o dogma religioso colocou-a mais próxima de uma visão mais matemática do universo. A astrologia adquiriu uma identidade própria e ganhou sucesso próprio. Esta se tornou a base da astrologia tradicional que conecta a psicologia com o universo.

Ptolemy, que nasceu cerca de 90 DC, escreveu “Tetrabiblos”, considerada a bíblia da astrologia, e esta teve uma grande influência no estudo das estrelas. Lida com s 7 planetas, Urano, Netuno e Plutão ainda não tinham sido descobertos. Ptolemy pensou na astrologia como uma forma de medicina, que variava de acordo com o horóscopo de cada indivíduo. Isto também inclui fatores como a potencial influência dos pais, país, educação, assim como a posição dos planetas no mapa astrológico.

Platão, nascido em 429 ou 430 AC, estabeleceu o conceito de que cada corpo, terrestre ou celestial, faz parte de uma alma universal. De acordo com a sua doutrina, que teve uma influência poderosa na astrologia, os planetas são seres vivos, o mundo em si é um animal e a sua forma esférica é o símbolo da perfeição. A secularização da astrologia removeu o angulo religioso para transformá-la numa ciência em todos os aspetos. No entanto, apesar destes desenvolvimentos, reteve o seu lado consagrado, que sobrevive na cultura Grega. Desde este período, as características dos planetas foram idênticas às dos Deuses do Monte Olimpo.

Nostradamus, que nasceu em 1503, desenvolveu a astrologia em conjunto com a medicina Renascentista no mundo ocidental. Muito se sabe de Michel de Nostradamus famoso pelas suas previsões do que pelas suas descobertas astrológicas. Na sua perspectiva, a astrologia adicionou apoio matemático à inspiração dos médiuns. Como astrólogo da corte do Rei Carlos IX, trabalhou com as fases da lua, as estações ( equinócios e solstícios) e eclipses. Foi Nostradamus quem primeiro descreveu as fases do mês lunares e interpretou os aspetos planetários, que descobriu as efemérides, de Carellus, Moletius, Leowitz, Simus e Stadius.


Astrologia Moderna


A astrologia tornou-se mais democrática no inicio do século XX. Os grandes nomes da astrologia publicaram trabalhos que se popularizaram, pois passaram a explicar de forma mais simples e mais acessível ao público em geral. Outros astrólogos espalharam a palavra pelo grande público. Durante a sua evolução, encontramos personalidades-chave que contribuíram para esta ciência até aos dias de hoje.

Podemos apostar que este é um ciclo que ganha momentum e que pode conduzir a mais descobertas científicas, para estabelecer certas realidades com maior convicção. Aqui estão algumas personalidades que ajudaram a astrologia a evoluir até ao presente.

Os pais da astrologia


André Barbault: Este astrólogo apaixonado nasceu em 1921 e tentou clarificar a astrologia e iluminar os seus mistérios. Publicou cerca de 40 trabalhos no seu modo de expressão particular, distinguindo-se da astrologia convencional, sem clichés ou repetições e com uma habilidade de abrir portas para a psique humana em paralelo com a noção de destino. Foi o inventor da teoria da concentração planetária, medindo as distâncias entre planetas no Sistema Solar. Para ele, isto era central para a astrologia global, representando o fator de distribuição dos planetas à volta do Sol.

Michel Gauquelin: Nasceu em 1928 e levou a cabo estudos estatísticos que demonstravam a validade de certas fundações astrológicas. De acordo com os seus trabalhos, o carácter e a direção do destino de cada pessoa é indisputável, como provado pela metodologia científica radical. O seu trabalho é similar ao de Kepler, no sentido em que ambos tentaram estabelecer uma correlação entre a órbita dos planetas, a composição de escalas musicais e os 5 sólidos Platónicos. Gauquelin fornece estatísticas que se relacionam com o nascimento de milhares de indivíduos, classificados em categorias socioprofissionais, indisputavelmente evidenciando a influencia das estrelas nos ângulos celestiais ( Primeira, Quarta, Sétima e Décima Casas) de cada um.

Catherine Aubier : É uma astróloga que se especializou na psicologia astrológica e na astrologia das relações. É uma das únicas nesta área que tornou a astrologia completamente democrática do ponto de vista das relações, através da distribuição dos seus trabalhos e doa 4 trabalhos que ela publicou, vendendo milhões de cópias. O seu trabalho para várias organizações permitiu o progresso da pesquisa astrológica tendo estabelecido ligações claras e concisas entre a astrologia e a psicologia. A sua participação ativa na criação de software astrológico desempenhou um grande papel no movimento tornar a astrologia acessível para todos, para proporcionar conhecimento sobre o futuro e a psique.

O astrólogo Rob Brezsny adotou uma abordagem completamente atípica referindo-se aos seus horóscopos como trabalhos de literatura ou de cinema, permitindo aos leitores de captar um conceito vasto em pequenas palavras. Isto é o que Nostradamus também fez no seu tempo, com referências culturais da sua época, os “Séculos”, no entanto estes não eram acessíveis a todos. Rob Brezsny trouxe-nos a habilidade de sabermos como adaptar a sua linguagem às diferentes origens culturais, especialmente no mundo ocidental. A parte poética dos seus horóscopos permitiu-lhe transmitir a mensagem dos seus horóscopos de forma acessível a todos. A sua determinação para não deprimir os seus leitores enquanto se mantém fiel aos trânsitos planetários é fora de série e contrasta consideravelmente com os astrólogos modernos, capazes de interpretações muito pessimistas e sombrias, que não oferecem boas previsões. A sua receptividade em relação ao mundo e aos outros seres confere-lhe a liberdade e leveza de coração que muitos gostariam de possuir.



0 comentário - Os grandes astrólogos



Pergunta de segurança :


* Informação obrigatória. Seu e-mail não será exibido e só será utilizado em caso de abuso.





Este site usa cookies para melhorar sua experiência.