Astrologia Sideral ou Tropical?

Escrito por Elena

Hoje em dia existem duas escolas de astrologia. A primeira tem por base o zodíaco tropical e a segunda o zodíaco sideral, que está muito ligado às constelações.

A maior parte dos astrólogos prefere referir-se ao zodíaco tropical, que é calculado de acordo com o ciclo solar que começa dia 21 de Março, quando o Sol entra o signo de Áries. Este evento marca o início da Primavera. Este tipo de astrologia também é conhecido como sazonal, mesmo que no hemisfério Sul o dia 21 de Março marque o inicio do Outono. Este tipo de astrologia é utilizada pelos astrólogos do Meu Horóscopo do Dia.

Os cálculos da astrologia sideral são baseados nas estrelas fixas, que são comumente conhecidas como constelações. Os astrólogos nos tempos antigos usavam este método de cálculo e os Hindus ainda ao utilizam hoje em dia. As constelações foram definidas nos tempos antigos em termos de segmentos de 30º. Este zodíaco é particularmente distinto do zodíaco tropical e mostra uma discrepância de 24°00΄004, sendo dia 1 de Janeiro a data de referência. Isto é conhecido como Ayanamsa. Uma pessoa nascida quando a posição do Sol está antes de 24° num signo em particular, é considerado que nasceu no signo anterior, em vez de ser utilizada a posição atual do Sol. Esta discrepância aumenta um grau a cada 72 anos. Para ver verificar isto, simplesmente desenhe o mapa de nascimento de uma pessoa nascida antes de 1900 e será capaz de ver a discrepância que era mais baixa.

Astrologia Sideral


Ao calcular o seu signo de nascimento, a constelação do sistema solar de facto iluminada pelo Sol na altura do seu nascimento é tomada em consideração. Para uma pessoa nascida sob o signo de Áries, o Sol está na constelação de Áries visto da Terra. Com o tempo e situação geográfica, podemos calcular a posição exata do Sol em relação à constelação.

Para saber a posição exata dos planetas, precisa de olhar para a efeméride. Depois necessita de subtrair o número de graus indicados na efeméride para cada planeta, o Ascendente e as Casas, também conhecidos por Ayanamsa. No momento, o Ayanamsa está a 24º. Este não é um valor fixo, porque está sempre a mudar e a aumentar constantemente.

Estes 24 graus estão disseminados por aproximadamente 24 dias em discrepância com o calendário dos signos astrológicos.
Para nos permitir ir mais longe nesta análise da astrologia sideral, vamos definir os termos mais importantes.

Ayanamsa é a palavra e sânscrito que significa movimento, e Amsa significa grau. Este termo ganhou importância com Ptolemy no século II DC. Foi Ptolemy que persuadiu os astrólogos a usar o ponto vernal do equinócio de Primavera como base para calcular a posição dos planetas. Os Hindus, no entanto, sempre refutaram o método de Ptolemy e apelidaram esta discrepância de Ayanamsa. A Ayanamsa não é fixa, mas aumenta um grau a cada século. A Astrologia Tropical não aceira esta teoria. Este movimento não faz da astrologia uma ciência exata e é esta ideia de incerteza que torna os Hindus relutantes, por exemplo.

O ponto vernal é imaginário. Este é um ponto onde os raios de Sol estão distribuídos igualmente ao longo dos hemisférios do norte e do sul. Serve como ponto de referência para calcular os ângulos formados pelos planetas do sistema solar até ao Sol e à Terra. O ponto vernal do equinócio de Primavera está constantemente a mover-se e leva cerca de 2000 anos a viajar através de cada signo. Isto conduz às eras que são apelidadas com o nome de cada signo. Neste momento, por exemplo, estamos na Era de Peixes e dentro de 100 anos vamos atingir a Era de Aquário.

O movimento do ponto vernal do equinócio de Primavera está relacionado com o facto de que a Terra segue um caminho elíptico à volta do Sol. O plano elíptico representa o eixo no qual todos os planetas estão alinhados em órbita, com a exceção de Plutão. O Sol está no centro do sistema e tudo à sua volta está no plano elíptico. As constelações no universo cósmico foram o zodíaco. Cada constelação emite vibrações que têm uma influência no nosso planeta e no nosso comportamento. O universo é magnético.

O Zodíaco Tropical


Esta forma de astrologia tem por base uma fundação diferente da astrologia sideral.
A astrologia tropical inclui um ciclo anual e leva em consideração os 4 pontos cardinais, os dois solstícios e dois equinócios para definir o zodíaco. O equinócio de Primavera corresponde ao signo de Áries , que se encontra no grau zero ( apelidado de ponto vernal). O zodíaco é então dividido em segmentos de 30 graus e cada um destes segmentos corresponde a um signo astrológico. Os nomes destes signos são os mesmos da astrologia sideral. No entanto estas duas formas de astrologia não coincidem. O movimento dos eixos polares da Terra é muito lento. Este movimento de precessão corresponde à rotação do eixo da Terra que não está sempre na mesma posição relativamente às estrelas. O zodíaco tropical esta 24º à frente da astrologia sideral e o zodíaco tropical é visto como sazonal.

O inicio e o final de um ciclo têm por base o solstício de inverno, o momento em que a Luz do Sol está no seu nível mais baixo. O meio do ciclo corresponde ao solstício de verão, o momento em que a luz do Sol está ao nível mais alto. O ponto médio da ascensão do Sol no céu corresponde ao equinócio de Primavera e o meio do seu descendente ao equinócio de Outono.

O solstício de Inverno está no signo de Capricórnio, o equinócio de Primavera em Áries, o solstício de Verão em Câncer e o equinócio de Outono em Balança. Estes são os 4 signos cardinais (sul, leste, norte, este). Espaço e tempo estão por isso intrinsecamente ligados no zodíaco tropical. Capricórnio é um símbolo de máxima contração e o signo que anuncia o fim de algumas coisas. Este é o ponto mais baixo do ciclo anual. Áries por outro lado significa entusiasmo vital, renovação e nascimento. Câncer é sinónimo de receptividade e de habilidade de escutar, estar em paz e receber os outros. O Verão é o período da colheita e de encontros. Finalmente, Balança simboliza declínio, reconsideração e restruturação antes que a escuridão chegue. Este é o signo do pôr do sol. O Outono é uma estação de transição, um ponto de viragem, de olhar para o completo, antes de um renascimento.

A maior critica que pode ser feita ao zodíaco tropical é que se foca simplesmente no hemisfério norte. O movimento e as estações estão ao contrário no hemisfério Sul. Para o zodíaco funcionar como um todo coerente, é necessário trocar todos os dados se viver no hemisfério Sul.

Ligações entre o zodíaco tropical e a astrologia sideral


Os descrentes da astrologia muitas vezes questionam a discrepância entre estes dois zodíacos. Para eles uma ciência exata deve apenas envolver um caminho do conhecimento, que deve ser fixo e não maleável. Em resposta a estes descrentes, primeiro que tudo é importante relembrar que a astrologia provém de diferentes tradições e que a sua interpretação e método muda dependendo da cultura. É possível descrever a personalidade de um individuo usando diferentes métodos. As diferentes formas de astrologia complementam-se uma à outra e nunca se contradizem.

Os dois zodíacos, sideral e tropical, são válidos e oferecem duas formas potenciais de interpretar o universo. O primeiro zodíaco tem por base o Sol, enquanto o zodíaco tropical tem por base a Lua. Uma comparação dos dois zodíacos pode ajudar-nos a entender um individuo de diferentes ângulos. Os dois pontos de vista complementam-se um ao outro e é fácil encontrar um número de similaridades entre estas duas formas de astrologia. Estas duas formas não se opõem de forma nenhuma, mas na verdade se complementam.

A regra geral é o zodíaco sazonal, que é mais utilizado pela maioria dos astrólogos ocidentais. Provavelmente por estar relacionado com a natureza que apela aos sentidos e à receptividade. O zodíaco sideral está mais bem adaptado à espiritualidade, sendo menos tangível e mais racional. No entanto, as questões colocadas pelos astrólogos são muito terra-a-terra relativamente à vida profissional, saúde, vida amorosa, etc. Nestes casos, rapidamente se torna evidente que o zodíaco sideral se adapta muito bem a este tipo de questões. Responde aos problemas humanos sem dificuldades e está sintonizado com as preocupações humanas. 90% dos astrólogos ocidentais usa o zodíaco tropical.

Qualquer que seja o zodíaco utilizado, tem sempre por base os mesmos signos astrológicos, 12 no total. Nenhum cientista foi alguma vez capaz de dizer que forma de astrologia é melhor ou pior. A astrologia é uma ciência sagrada e apenas válida em relação à mensagem que transporta. Não pode ser classificada entre as ditas ciências racionais, como a Física ou a matemática. A astrologia está preparada para guiar os indivíduos pela vida, através de momento de dúvida, quando ele/ela estão felizes para ligar a um astrólogo para aprender sobre o seu caminho a seguir, e acima de tudo reagir às situações difíceis? A iluminação dada pela astrologia à vida de um indivíduo traz tranquilidade seja qual for a forma de astrologia utilizada.



0 comentário - Astrologia Sideral ou Tropical?



Pergunta de segurança :


* Informação obrigatória. Seu e-mail não será exibido e só será utilizado em caso de abuso.





Este site usa cookies para melhorar sua experiência.