A carta n° II: a Sacerdotisa.

Escrito por Ingrid

Esta carta de número "II" do tarô de Marselha mostra a imagem de uma mulher sentada com um livro aberto no colo. Ela define o ensino, a aprendizagem de um conceito. Na carta anterior foram representados os 4 elementos-fonte da vida, aqui é o conhecimento que é representado. Tudo vai num crescendo. Os livros são sinais de conhecimento. A Sacerdotisa é pacífica. Ela usa um véu, talvez viva ao largo do mundo, aprendendo em livros, mais do que pela experiência?

A Sacerdotisa é a companheira do Papa. Esta carta evoca tudo que tem uma ligação com o conhecimento, as palavras, a escrita, a cultura. Ela também define a solidão e a tranquilidade.

Carta passiva, pode-se dizer que simboliza a sabedoria e a educação.

Tiragem direita:


A carta da Sacerdotisa tirada direita é positiva. Ela anuncia que uma situação está evoluindo gradualmente e que o consulente tem intuição suficiente, e bom senso para fazer escolhas melhores e agir com justiça e objetividade. De uma maneira sutil, a Sacerdotisa age sobre a mente e traz a reflexão necessária para fazer o melhor uso do potencial intelectual.

Seu significado: sabedoria, serenidade, julgamento objetivo, compreensão, percepção, paciência, autoconfiança.

Tiragem invertida:


A carta da Sacerdotisa tirada invertida não é positiva, ela simboliza o bloqueio ou a não resolução de uma situação. É um sinal de impaciência, egoísmo, ignorância, vaidade, indecisão, instabilidade. Ela também pode anunciar uma separação, um divórcio.

Significado: hipocrisia, esterilidade, vingança, ignorância, mau julgamento, superficialidade, preguiça, passividade, ressentimento, má influência feminina.

Resumindo:


Este arcano simboliza o caminho da serenidade, fertilidade e conhecimento. A Sacerdotisa convida a exercitar a sabedoria, a refletir e a arranjar tempo para amadurecer os projetos.



0 comentário - A carta n° II: a Sacerdotisa.



Pergunta de segurança :


* Informação obrigatória. Seu e-mail não será exibido e só será utilizado em caso de abuso.





Este site usa cookies para melhorar sua experiência.